TSE nega registro de prefeito eleito em Lagoa Grande-PE

O prefeito eleito de Lagoa Grande, em Pernambuco, Jorge Roberto Garziera (PMDB), teve negado seu registro de candidatura e não poderá assumir o cargo, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com o TSE, poderá haver nova eleição na cidade. O peemedebista teve o registro negado por ter suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado e não ter obtido liminar na Justiça para suspender a inelegibilidade. Garziera alegava, contudo, que não teria ficado caracterizada a insanabilidade das irregularidades, conforme determina a Lei Complementar 64/90. Ao negar o recurso, o ministro Arnaldo Versiani revelou que a Corte regional descreveu as irregularidades como sendo insanáveis, tais como saques sem comprovação, indícios de fraudes em processo licitatório, devolução de importâncias ao erário e superfaturamento com relação aos convênios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.