TSE mantém indeferido pedido de resposta de Marta

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve indeferido o pedido de direito de resposta da candidata à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy (PT), no horário eleitoral gratuito do adversário no segundo turno, o atual prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM). Marta argumenta que foi veiculada em 15 de setembro, no horário eleitoral de Kassab, propaganda ofensiva na qual foi ao ar o jingle "inveja, inveja, na última eleição ela ficou, o Kassab detonou. Hoje está jogando pedra, parece que não se lembra das taxas que ela criou, parece que não se lembra dos coqueiros que plantou, parece que não se lembra a cidade que ela quebrou". O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), segundo o TSE, já havia negado o pedido de direito de resposta de Marta, referendado pela ministra Eliana Calmon em substituição ao ministro Felix Fischer, que está licenciado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.