Dorovan Marinho/Divulgação
Dorovan Marinho/Divulgação

TSE libera coligações de Bolsonaro e Haddad a acessar salas do Tribunal no domingo

Presidente Rosa Weber convida 35 partidos políticos a acompanharem apuração

Rafael Moraes Moura, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2018 | 13h56

Brasília, 26/10/2018 – A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, autorizou as coligações de Fernando Haddad (PT/PC do B/PROS) e de Jair Bolsonaro (PSL/ PRTB) a acessarem quaisquer salas e espaços físicos do tribunal no próximo domingo, 28, quando será realizado o segundo turno.

A presidente do TSE também convidou os 35 partidos políticos registrados para acompanhar a totalização dos votos no edifício-sede do tribunal.

onforme informou a Coluna do Estadão, a própria segurança no TSE será reforçada no domingo, em um esquema ainda maior que o ocorrido no primeiro turno. Alvo de ataques por e-mail e em vídeos que circulam na internet, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, tem andado escoltada por agentes de segurança.

A coligação de Bolsonaro, intitulada “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, pediu ao TSE que pudesse indicar até cinco representantes para acompanhar a totalização de votos, o que foi prontamente atendido por Rosa Weber. A coligação de Haddad poderá indicar a mesma quantidade de pessoas.

No primeiro turno, a coligação de Bolsonaro não indicou nenhum representante para acompanhar a totalização de votos no TSE, de acordo com a assessoria do tribunal.

 

 


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.