TSE derrubou verticalização

Em junho de 2010, após consulta feita pelo PPS - que sugeria limites de participação do então presidente Lula nas campanhas de aliados nos Estados -, o Tribunal Superior Eleitoral instituiu a verticalização da propaganda eleitoral na TV. O candidato à Presidência só poderia participar da campanha dos candidatos do seu próprio partido. Em agosto, o TSE derrubou a decisão com base num novo questionamento feito pelo então senador Marconi Perillo (PSDB-GO). O acórdão determinou que os candidatos a presidente podem participar da propaganda do candidato de outro partido em âmbito estadual desde que as legendas estejam coligadas na disputa nacional.

O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2013 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.