TSE adaptou urnas eletrônicas ao horário de verão para 2º turno

Ministério de Minas e Energia confirmou que TSE não solicitou o adiamento da entrada em vigor do horário

Agência Brasil

13 de outubro de 2008 | 15h19

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta segunda-feira, 13,  à Agência Brasil que o início do horário de verão deste ano, marcado para o próximo domingo, não causará nenhum problema às urnas eletrônicas, que serão utilizadas no segundo turno, no domingo seguinte. De acordo com o tribunal, todas as urnas que serão utilizadas no segundo turno, em 29 cidades, das quais, onze capitais, já foram adaptadas ao novo horário. O Ministério de Minas e Energia confirmou hoje que TSE não solicitou o adiamento da entrada em vigor do horário de verão.  O horário de verão terá início à zero hora de domingo e terminará às 24h do dia 15 de fevereiro de 2009. A previsão do governo é de que haja economia de 4% a 5% no consumo de energia no período. Nas últimas eleições, realizadas em 2006, o então presidente do TSE, Marco Aurélio Mello, pediu à Casa Civil e ao Ministério de Minas e Energia que o início do horário de verão fosse adiado para depois do segundo turno. Atendendo à solicitação, a entrada em vigor do horário de verão naquele ano ficou para 5 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2008urnassegundo turno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.