Tribunal exclui cinco magistrados de inspeção

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Ivan Sartori, informou que "diante de comprovada justificativa" determinou a exclusão liminar de cinco magistrados do procedimento de apuração sobre pagamentos antecipados: os desembargadores Alfredo Fanucchi Neto (já falecido), Jarbas João Coimbra Mazzoni e Luiz Carlos Ribeiro dos Santos e os juízes Alexandre Augusto Pinto Moreira Marcondes e Arthur Alegretti Joly.

O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2012 | 03h03

Em nota, ao citar reportagem do Estado sobre pagamentos superiores a R$ 100 mil concedidos a 41 magistrados, Sartori alerta sobre "juízes e desembargadores cuja situação concreta nem sequer foi avaliada pelo Órgão Especial, dentre os quais magistrados que comprovadamente padeceram de gravíssimas enfermidades e necessitaram de verbas que lhes eram devidas para intervenções cirúrgicas e tratamento médico, um deles já falecido".

Sartori destaca que a presidência, "sem abdicar do rigor na apuração das circunstâncias em que foram feitas antecipações extraordinárias de créditos devidos a magistrados, sempre buscou preservar o direito constitucional à intimidade, a fim de se evitar a exposição dos interessados a julgamentos precipitados e o consequente dano à sua imagem". / FAUSTO MACEDO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.