Três perguntas para Armênio Guedes, ex-dirigente do Partido Comunista Brasileiro

1. Qual foi a missão que cumpriu como militante?

O Estado de S.Paulo

16 Junho 2013 | 02h04

O trabalho de ruptura com os processos adotados na URSS e usados pelo PC brasileiro. Eu tinha posição contra o centralismo e autoritarismo.

2. Além da sua vocação para o diálogo, o que o levou a essa ruptura?

O aprendizado do eurocomunismo, com Palmiro Togliatti e Berlinguer. Vi que o paradigma soviético não valia mais.

3. O livro reproduz muitas frases suas desafiadoras, contra a URSS, Prestes... Isso não lhe custou caro?

Eu fiz política a minha vida inteira sem nunca ter a menor preocupação com cargos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.