Três empresas em disputa

O projeto FX-2, para renovação da frota da Força Aérea Brasileira (FAB) com a compra de 36 caças, foi autorizado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em novembro de 2007. Mas até agora o processo não foi concluído. Continuam na disputa três empresas: a francesa Dassault, com o Rafale; a americana Boeing, com o F-18, e a sueca Saab, com o Gripen NG.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.