Três chapas vão disputar seção paulista da OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo registrou ontem as chapas dos três candidatos às eleições da entidade, marcadas para novembro. Marcos da Costa, presidente em exercício, Alberto Zacharias Toron e Ricardo Sayeg vão disputar o comando da maior seccional da OAB no País, com 320 mil filiados e receita de R$ 233,3 milhões.

, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2012 | 02h04

Costa, que terá como vice Ivette Senise Ferreira, presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo, planeja a valorização do advogado, fixação de honorários justos, ampliação do mercado de trabalho e criação do Conselho Estadual de Justiça. Toron quer criar uma cooperativa dos advogados. Ele afirma que "não vai permitir o aparelhamento da OAB por qualquer partido e não será transformada num trampolim para aventuras políticas". Sayeg quer democratizar a Ordem que, segundo ele, transformou-se em uma entidade político-partidária. Formado pela PUC, livre-docente da cadeira de Direito Econômico, ele avalia que a OAB se afastou de sua missão corporativa. "Minha expectativa é de vitória."/ FAUSTO MACEDO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.