Governo de São Paulo/Divulgação
Governo de São Paulo/Divulgação

TRE-SP suspende propaganda de 'mãe PM' nas eleições 2018

O filme mostra imagens da candidata, que é policial militar, atirando em um homem que assaltava pessoas na porta de uma escola

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

05 Setembro 2018 | 21h03

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) determinou a suspensão da propaganda da candidata a deputada federal nas eleições 2018 Katia Sastre (PR). O filme mostra imagens da candidata, que é policial militar, atirando em um homem que assaltava pessoas na porta da escola onde estudava a filha de Katia. O homem foi morto.

As imagens da ação viralizaram nas redes sociais e candidata que ficou conhecida como “mãe PM” chegou a ser homenageada com um buquê de flores pelo governador Marcio França (PSB). 

Segundo o juiz auxiliar de propaganda, desembargador Paulo Galizia, além da impertinência em relação à idade daqueles que compõem o segmento de crianças e adolescentes, a propaganda eleitoral impugnada ainda promove em todos os telespectadores a incitação de atentado contra pessoas, e do comportamento de reação individual em situações de conflito agudo."

A suspensão da propaganda atende a uma representação feita pela coligação Sem Medo de Mudar São Paulo, composta pelo PSOL e PCB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.