TRE-SP cassa registro de candidato a prefeito do PMDB

O prefeito de Taubaté e candidato à reeleição pelo PMDB, Roberto Peixoto, teve o registro de sua candidatura cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), na segunda-feira, por causa de divulgação de propaganda institucional em período não autorizado. O peemedebista ainda foi condenado a pagar multa de R$ 5.320. O presidente municipal do PMDB em Taubaté, Jacir Pereira, informou que o partido entrou hoje com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).De acordo com a decisão do TRE-SP, o prefeito teria divulgado no site oficial da Prefeitura obras e programas de sua gestão, como o "Ação Semear", o "Programa de Saúde da Família" e "Dias Verdes", todos desenvolvidos pelo Executivo Municipal. A decisão destaca que "como sabido, a divulgação de publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas da edilidade é vedada nos três meses que antecedem o pleito". O material citado, conforme determinou o TRE, foi retirado do site da Prefeitura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.