TRE-SP afirma que atraso na apuração não deve se repetir

Problema do 1º turno foi devido a sobrecarga do sistema; estimativa é que resultado em SP saia antes das 21h

Roberto Almeida, da Agência Estado,

26 de outubro de 2008 | 10h05

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Marco César Müller, espera que o resultado da votação de domingo, 26, na capital paulista seja divulgado antes das 21 horas. Müller reiterou no último sábado que o atraso do primeiro turno foi devido a uma sobrecarga do sistema no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que não deve se repetir.  Veja também:Mais de 27 milhões de pessoas votam no 2.º turno no BrasilEspecial: Perfil dos candidatos em São Paulo  'Eu prometo' traz as promessas dos candidatos Geografia do voto: Desempenho dos partidos nas cidades brasileiras Confira o resultado eleitoral nas capitais do País  Hoje vão às urnas 8.198.282 eleitores na cidade de São Paulo espalhadas em 1.759 locais de votação. São mais de 20 mil seções eleitorais, em 57 zonas - quadro que compõe o maior colégio eleitoral do Brasil. Neste segundo turno, porém, a capital paulista "não concorre" com a votação em todo o Brasil, o que facilitará o trabalho do TSE. O horário de votação vai até às 17 horas em todo o Brasil. Como o eleitor escolhe apenas um candidato, desta vez cada voto durará, em média, apenas 20 segundos. O eleitor registrado em um dos 30 municípios onde haverá segundo turno está apto a votar, mesmo que tenha se ausentado no primeiro turno. No entanto, a participação no segundo turno não isenta o eleitor de justificar a ausência no dia 5 de outubro. Na manhã do último sábado, a Justiça eleitoral já havia distribuído pouco mais de 20 mil urnas eletrônicas que serão usadas no segundo turno na capital paulista. O primeiro local a receber as urnas foi o Colégio Instituto Mackenzie, maior colégio eleitoral do Estado, com 54 seções e 20.929 eleitores. As urnas eletrônicas foram preparadas e lacradas pelos cartórios eleitorais para o segundo turno da votação no início dessa semana.  Das capitais, além de São Paulo, haverá segundo turno no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, Salvador, Manaus, Porto Alegre, Belém, São Luís, Cuiabá, Florianópolis e Macapá. 

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.