TRE-SP: 2º turno no Estado foi um 'sucesso absoluto'

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Marco César Müller Valente, considerou um "sucesso absoluto" o segundo turno do processo eleitoral no Estado paulista, cujas votações foram encerradas as 17 horas (de Brasília). "Correu tudo muito bem. Houve ordem no processo eleitoral e não há registro de ocorrências graves", afirmou. De acordo com o TRE-SP, até as 16 horas, foram substituídas 121 das 26.599 urnas, o equivalente a 0,45% do total, todas por outras urnas eletrônicas. "Nenhuma urna foi alterada para votação manual. O processo foi um sucesso absoluto", disse Valente. Foram substituídas 38 urnas na capital e 83 no interior e na Grande São Paulo. No primeiro turno, foram substituídas 696 de 72.441 urnas, ou 0,95%, sendo que sete tiveram de passar à votação por cédula. O presidente do TRE-SP não quis estimar qualquer horário para a divulgação do resultado oficial das eleições no Estado. "Esperamos ter o resultado até as 21 horas, mas hesito em fazer uma previsão", disse, lembrando que os atrasos na apuração do primeiro turno foram decorrentes de problemas na coleta de dados em Brasília. Valente disse que não há informação de prisões até o momento e que as ocorrências registradas não foram graves, mas sim alguns casos de boca-de-urna. Ele ainda disse que o TRE-SP acredita que o nível de abstenção neste segundo turno será semelhante ao do primeiro, de 15,63%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.