JOSÉ CARLOS DAVES/FUTURA PRESS
JOSÉ CARLOS DAVES/FUTURA PRESS

TRE registra 110 prisões e 144 ocorrências no Rio Grande do Sul

Número está dentro da normalidade, diz Justiça Eleitoral; maioria dos casos é de boca de urna

Filipe Strazzer, O Estado de S. Paulo

07 Outubro 2018 | 18h10

PORTO ALEGRE - O último boletim apresentado pelo TRE-RS (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul) registrou 110 prisões relacionadas às eleições deste domingo, 7. Eleitores também reclamaram de longas filas para votar em razão da identificação biométrica. Apesar das ocorrências, o TRE e a Brigada Militar consideraram os números e a votação "dentro da normalidade".

"Temos de pensar que são 497 municípios, mais de 8,3 milhões de eleitores. Percentualmente, o número de ocorrências é baixo", afirmou o diretor-geral da Secretaria do TRE-RS, Antônio Augusto Portinho da Cunha. O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Mário Ikeda, também reforçou a normalidade do pleito. "A situação eleitoral está ocorrendo dentro da normalidade, tudo muito tranquilo. As ocorrências vão acontecendo ao longo do dia, mas dentro de uma situação de completa normalidade", afirmou o coronel.

Até 16h30, o TRE registrou 110 prisões, sendo somente uma em flagrante. Foram ainda 67 ocorrências de boca de urna, 23 de propaganda irregular, uma de desordem, uma de desacato, além de 17 por outros crimes. O flagrante ocorreu na cidade de Estrela, por transporte de eleitores.

Filas também foram registradas no Estado e muito eleitores se queixaram da espera. Segundo o TRE, a identificação biométrica, que atinge cerca de 60% do eleitorado gaúcho, é a principal razão para as filas. "São seis eleições simultâneas. O objetivo da identificação biométrica não é agregar velocidade ao processo, mas segurança na identificação do eleitor. E se paga um preço por isso", afirmou Portinho da Cunha.

Com relação às urnas, o tribunal registrou 144 ocorrências. Ao todo, 65 urnas foram substituídas, sendo que na cidade de Três Coroas uma seção realizou votação manual. A principal causa de problemas foi o mau funcionamento do equipamento.

 

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.