TRE-MG vê como prova imagens de carroceiros

A Justiça Eleitoral considerou como prova válida o vídeo em que uma pessoa aparece distribuindo dinheiro supostamente para carroceiros votarem no deputado federal Carlaile Pedrosa (PSDB), candidato à Prefeitura de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte. A decisão é do juiz Maurício Soares, do Tribunal Regional Eleitoral de Minas, para quem a gravação não pode ser considerada ilícita porque foi feita em local aberto e público. Nas imagens, uma mulher, que seria intermediária a serviço do tucano, dá dinheiro a carroceiros. Cada um recebeu R$ 140 junto com material de campanha de Carlaile. O vídeo é prova em ação judicial movida pela candidatura da atual prefeita, Maria do Carmo Lara (PT), que disputa a reeleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.