TJ de Minas não comenta denúncias

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais preferiu não se manifestar a respeito do processo que tramita no CNJ sobre supostas irregularidades em nomeações de desembargadores para a corte mineira. O órgão divulgaria nota ontem, o que não ocorreu até o fechamento desta edição. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, 17 juízes teriam sido promovidos a desembargadores irregularmente entre 2006 e 2009. Conforme a reportagem, as promoções não obedeceram às ordens de antiguidade e de produtividade e teriam sido feitas de acordo com relações pessoais dos desembargadores. / MARCELO PORTELA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.