Wilton Junior/ Estadão
Wilton Junior/ Estadão

'Tenho a firmeza que Bolsonaro tem, mas a humanidade que ele não tem', diz Ciro

Para o candidato do PDT ao Planalto, militar está usando a raiva de parte do eleitorado contra o PT para alimentar o ódio na população

Nayara Figueiredo, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2018 | 11h56

Terceiro candidato mais bem colocado nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência, Ciro Gomes (PDT) afirmou, neste sábado, que seu concorrente Jair Bolsonaro (PSL) está usando a raiva que parte do eleitorado tem contra o PT para alimentar o ódio na população. "Tenho a firmeza que você pensa que o Bolsonaro tem, mas tenho a humanidade que ele não tem", declarou em vídeo publicado há pouco em sua conta no Twitter.

Segundo o pedetista, com uma nação alimentada pelo ódio "não se construirá o pacto social que o Brasil tanto precisa". "Sou um caminho novo, tenho uma sensibilidade social para cuidar de todos pois sou uma pessoa que cultiva os valores da democracia. Pratiquei a vida inteira esse valores humanos", acrescentou.

A fala de Ciro vem na tentativa de conter a polarização entre os eleitores de extrema direita, que apoiam o ex-capitão, e os de esquerda que são favoráveis ao PT. Bolsonaro está na liderança das pesquisas e Fernando Haddad (PT) na segunda posição. Caso ambos passem para o segundo turno depois da primeira etapa das eleições, que será realizada amanhã (7), o cenário será de extrema polarização.

"Chega de ódio. Tenho a firmeza e a sensibilidade social que o Brasil precisa para atravessar esse momento", ressaltou Ciro na publicação do Twitter.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.