Técnico não estava no órgão, diz TRT

Em nota, o TRT-1 afirmou ontem que Rogério Vieira não trabalhava no órgão na época das irregularidades. Segundo a nota, ele foi cedido à Câmara dos Deputados de 1998 a 2003, e só voltou ao tribunal em março de 2007. Rogério não foi localizado ontem para comentar as denúncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.