Tanto presidente quanto Lula venceriam se eleição fosse hoje

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT, venceriam a eleição presidencial no 1.º turno, se a disputa fosse hoje, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada ontem.

O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2012 | 02h04

Dilma tem entre 53% e 57% das intenções de voto, nos três cenários em que o nome dela foi apresentado para o eleitor. Depois vem Marina Silva (sem partido), com porcentuais entre 16% e 18%, seguida pelo senador mineiro Aécio Neves (PSDB), com intenção de voto entre 11% e 14%.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, também sem partido, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), colocados na pesquisa como adversários de Dilma, aparecem com 9% e 4%, respectivamente.

Já no cenário em que Lula é candidato, o petista chega a 56% das intenções de voto, seguido por Marina (13%), Joaquim Barbosa (10%) e Aécio (9%).

No levantamento espontâneo, no qual não são apresentados nomes aos entrevistados, Dilma tem a preferência de 26% do eleitorado. Depois dela vem o ex-presidente, citado por 12% dos entrevistados. Mas, segundo a pesquisa, quase metade dos entrevistados (46%) não respondeu à pesquisa espontânea.

Lado a lado. Ao lado de Campos, Dilma participou ontem da inauguração da Arena Castelão, em Fortaleza, primeiro estádio de futebol concluído para a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Em seu primeiro evento público no País desde que o Estado revelou as novas denúncias do empresário Marcos Valério envolvendo Lula, a presidente evitou fazer menção ao nome do seu antecessor. / COLABOROU ALFREDO JUNQUEIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.