Suplicy comemora vitória de Dilma e diz que PT vai precisar fazer reflexão

Atual senador de São Paulo reconheceu que o partido precisa mudar

Edgar Maciel e Ricardo Galhardo, O Estado de S. Paulo

26 de outubro de 2014 | 21h14

Emocionado e chorando muito,  o atual senador de São Paulo Eduardo Suplicy, que perdeu as eleições deste ano, comemorou a apertada vitória da presidente e candidata Dilma Rousseff neste segundo turno. Suplicy reconheceu que o resultado dessas eleições fará o PT fazer uma reflexão. "Precisamos mudar. O PT aprendeu muito com essas eleições e vamos refletir em unidade para fazer as alterações necessárias no nosso partido", disse.

Em evento da comitiva do PT em São Paulo, no Hotel Intercontinental, nos Jardins, mais de cem militantes acompanharam a apuração do segundo turno. Aos gritos de "Dilma, guerreira, da pátria brasileira", comemoraram o resultado deste domingo.

Ovacionado, Suplicy disse que o PT vai priorizar o diálogo com a oposição.  "Agora é o momento de comemorarmos,  mas a partir da semana que vem precisamos reconhecer o bom papel que o PSDB fez nessas eleições e conversar com Aécio e outras lideranças deles", afirmou.

"Tenho certeza que Dilma fará um segundo mandato de excelência,  que vai orgulhar o povo brasileiro", disse.

Bob Dylan. No primeiro turno, após derrota na disputa por uma cadeira no Senado, Suplicy deu entrevista ao Estado e chegou a cantar Bob Dylan. Veja abaixo:

 

Tudo o que sabemos sobre:
eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.