Christina Rufatto
Christina Rufatto

Steinbruch, Afif e Skaf deixam Conselho do governo para disputar eleições

Afif quer ser pré-candidato à presidência pelo PSD, enquanto Steinbruch é cotado para vice de Ciro e Skaf disputará governo paulista

Luci Ribeiro, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 12h28

Os empresários Benjamin Steinbruch, Guilherme Afif Domingos e Paulo Skaf pediram ao governo para deixar os cargos de membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão, colegiado formado por representantes da sociedade civil para o assessoramento direto ao presidente da República. O pedido de dispensa dos empresários está formalizado em decreto no Diário Oficial da União (DOU), com efeito a partir de 7 de junho.

+ Empresário Benjamin Steinbruch se prepara para virar político

Os três executivos se preparam para disputar as eleições deste ano. Afif Domingos, que também pediu licença da presidência do Sebrae, quer disputar na convenção do seu partido, o PSD, a vaga de candidato à Presidência da República. Skaf, que comanda a Fiesp, é pré-candidato do MDB ao governo paulista; e Steinbruch, que é dono da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e do Grupo Vicunha, tem sido cotado para ser vice de Ciro Gomes, candidato do PDT ao Planalto.

+ Pré-candidatos ao governo paulista ‘inflam’ tempo de TV O decreto publicado hoje ainda dispensa outros cinco membros do Conselhão: o representante sindical Antonio Fernandes dos Santos Neto, o empresário Francisco Deusmar de Queirós, os profissionais de Engenharia e Arquitetura Gisela Batista e Jaime Lerner e a superintendente do Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiência (IBDD), Teresa de Jesus Costa D'amaral. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.