AMANDA PEROBELLI/ESTADÃO
AMANDA PEROBELLI/ESTADÃO

Sociólogo lança curso online de política e história

Projeto do ciclo de estudos nasceu pela percepção de Bolívar Lamounier de que as discussões políticas no País 'estão muito raivosas' e 'pouco úteis'; vídeos estarão disponíveis semanalmente na internet

O Estado de S.Paulo

16 Junho 2018 | 05h00

O sociólogo e cientista político Bolívar Lamounier e a executiva Ana Elisa Bacha Lamounier – ex-Banco Safra, onde atuou por sete anos na tesouraria e em mercado de capitais – estão lançando um ciclo de estudos sobre política, economia e história. As conversas/aulas estarão disponíveis semanalmente na internet. Os dez primeiros vídeos serão exibidos gratuitamente. Depois será cobrado um valor simbólico, ainda não definido, para quem quiser acompanhar as discussões.

“A ideia é discutir temas que podem ir das eleições de outubro até questões mais teóricas, mas sempre com uma linguagem simples e acessíveis. Não serão palestras cerimoniosas. Serão conversas, serão parte de um processo de aprendizagem”, disse Lamounier.

O cientista político afirma que o projeto do ciclo de estudos nasceu pela percepção de que as discussões políticas no País “estão muito raivosas” e “pouco úteis”. “Nossa proposta é oferecer um conteúdo explicativo e ponderado e atender a demanda de quem não quer debater com raiva. O Brasil ainda vai passar por um período de grande dificuldade. Será preciso que as pessoas tenham conhecimento e clareza dos mais diversos temas.”

+++Quero ufanar-me de meu país

Cidadania. No vídeo de apresentação do projeto, Ana Elisa salienta que os temas abordados no curso online serão tratados do ponto de vista “da cidadania e da ética” e “não do ponto de vista ideológico”. Eventualmente, um convidado poderá participar do diálogo entre Lamounier e Ana Elisa. 

No primeiro vídeo, a dupla fala sobre os “Estágios da Democracia” – discutindo e caracterizando os principais estágios desse processo de construção. Os interessados em acompanhar o ciclo de estudos devem acessar o endereço na plataforma Vimeo. Os vídeos também estarão disponíveis pelo YouTube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.