Site pró-Campos é vetado pelo TSE

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou ao Facebook que retire do ar a página "Eduardo Campos presidente", no qual foram postadas mensagens relacionadas à pré-candidatura do governador de Pernambuco à Presidência pelo PSB. A propaganda eleitoral, lembrou ele, só estará liberada a partir de 5 de julho. Ao conceder a liminar, pedida pelo Ministério Público Eleitoral, Gonzaga afirmou que há "propaganda eleitoral antecipada, por meio de postagens de imagens e mensagens realizadas em perfil público (...) que dão conta da futura candidatura (de Campos) ao cargo de presidente da República".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.