SIP discute em Cádiz violência contra imprensa e desafios da crise econômica

Uma avaliação geral da imprensa na América Latina - em que se destacam a violência contra jornalistas, os desafios da crise econômica e das novas tecnologias - reúne a partir de hoje em Cádiz, na Espanha, cerca de 250 dirigentes e profissionais de mídia na Reunião de Meio de Ano da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP).

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2012 | 03h03

A agenda inclui uma comemoração especial dos 200 anos da Constituição espanhola - essa foi a razão para o encontro se deslocar até o Velho Mundo. Vários painéis debaterão as relações entre as constituições latino-americanas e a liberdade de imprensa. No encontro começa a se preparar, também, a próxima reunião da SIP, que será em outubro, em São Paulo. Um dos eixos do encontro de Cádiz serão as reuniões do Comitê de Liberdade de Imprensa, que debaterá a liberdade de expressão em cada país. O relatório brasileiro caberá a Paulo de Tarso Nogueira, consultor do Estado, em nome da Associação Nacional de Jornais (ANJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.