'Singularidade do objeto justifica falta de licitação'

A EPL informou que o Centro Von Braun " é o único que reúne todos os elementos necessários para o desenvolvimento dos projetos contratados, equipe técnica de profissionais com notória experiência no setor de transporte, capacidade de inovação tecnológica e disponibilidade de laboratório próprio." Em nota, a empresa justifica a inviabilidade da competição pela "singularidade do objeto". O Centro foi responsável por toda a especificação técnica do programa de identificação veicular. "Criamos uma solução mais barata e mais segura", diz Dário Thomer, diretor do Centro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.