Serra lança slogan com defesa da gestão Kassab

'Para São Paulo continuar avançando' será o mote da campanha do tucano, cuja candidatura será oficializada em convenção amanhã

JULIA DUAILIBI, BRUNO BOGHOSSIAN, ESTADÃO.COM.BR, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2012 | 03h05

O ex-governador José Serra será lançado candidato a prefeito de São Paulo amanhã, na convenção municipal do PSDB, defendendo uma mensagem de continuidade à gestão de Gilberto Kassab (PSD).

Com o slogan Para São Paulo seguir avançando, o pré-candidato do PSDB vai explorar as realizações do período em que ele comandou a cidade (2005-2006) e as ações lançadas por Kassab. O objetivo é mostrar que a dobradinha fez mais do que a gestão anterior, de Marta Suplicy (PT).

Na convenção de amanhã, serão apresentadas as vitrines sociais das administrações de Serra e Kassab, como a Assistência Médica Ambulatorial (AMA).

A avaliação da cúpula de campanha é que o candidato tem de defender a administração atual, cuja aprovação entre os paulistanos está abaixo de 30%. Kassab assumiu o cargo em 2006, um ano e três meses depois da eleição de Serra, que renunciou para disputar o governo paulista. Vários integrantes da gestão Serra continuaram na administração.

O slogan que será usado na convenção de Serra é semelhante ao da campanha de Dilma Rousseff (PT) à Presidência em 2010, Para o Brasil seguir mudando. A equipe tucana pretende criar uma nova frase para o restante da disputa eleitoral.

Juventude. Candidato pela quarta vez à Prefeitura, Serra também passará uma imagem de inovação. Aos 70 anos, é o postulante mais velho e adversário de dois novatos em disputas majoritárias: Gabriel Chalita (PMDB) e Fernando Haddad (PT).

O palco montado pelo PSDB no Ginásio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera, terá uma ponte que avança até a plateia. Em uma arquibancada atrás do candidato, cerca de 300 integrantes da juventude do partido exibirão bandeirões e mensagens impressas em painéis que formarão um mosaico, semelhante aos usados pelas torcidas de futebol. O grupo deve ir hoje ao ginásio para ensaiar os movimentos.

Os jovens tucanos vestirão camisas verdes, como as usadas por jogadores de rúgbi. Na roupa, estarão em destaque o número 45 e palavras que devem nortear a campanha: transparência, inovação, sustentabilidade, participação, ética e eficiência. A estampa de um tucano, símbolo do PSDB, simulará um origami.

Os tucanos também organizam uma ação coordenada nas redes sociais durante a convenção.

São esperadas 2 mil pessoas. Entre os convidados, estão o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o governador Geraldo Alckmin, Kassab e o presidente do PSDB, Sérgio Guerra.

A cereja do bolo será a estreia de um jingle baseado em uma canção que faz sucesso na TV. / COLABOROU FELIPE FRAZÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.