Serra grava apoio a Alckmin para horário eleitoral

'Nunca tive dúvida quanto ao apoio do Serra. Tenho absoluta confiança no seu companheirismo', diz tucano

Natalia Gómez e Carina Urbanin, da Agência Estado,

17 de agosto de 2008 | 20h37

O governador José Serra (PSDB) gravou um depoimento de apoio ao ex-governador Geraldo Alckmin, candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, que será veiculado no horário eleitoral gratuito na televisão, com início na próxima quarta-feira, 20. Alckmin confirmou neste domingo o apoio e tentou tratar a questão com naturalidade, apesar de o partido estar dividido e Serra ter apoiado a candidatura do atual prefeito, Gilberto Kassab (DEM), seu vice na prefeitura.  Veja também:Confira os números da pesquisa Ibope Perfil de AlckminPerfil de MartaPerfil de KassabPerfil de MalufPerfil de SoninhaPerfil de Ivan ValentePerfil de ReichmannPerfil de Ciro MouraPerfil de Edmilson CostaGuia do eleitor esclarece dúvidas sobre o pleito  "Eu nunca tive a menor dúvida quanto ao apoio do Serra. Tenho absoluta confiança no seu companheirismo", disse o candidato, durante uma visita ao bairro de Itaquera, na zona leste. Alckmin reiterou que se reúne semanalmente com o governador para debater os problemas da cidade. Ele afirmou que ainda não assistiu à gravação e não sabe quando ela será veiculada. Serra viajou para o Japão e Inglaterra e vai ficar toda a semana fora do País. A respeito da última pesquisa Ibope, na qual apareceu com 26% das intenções de voto, queda de cinco pontos percentuais em relação ao levantamento de julho, Alckmin disse estar confiante de que será vitorioso, pois é o candidato com menor índice de rejeição. "A campanha está indo bem, a gente percebe isso nitidamente nas ruas." Kassab O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição pelo DEM, Gilberto Kassab, continua apostando que vai melhorar seu desempenho nas pesquisas eleitorais à medida que for mais conhecido pela população. "Com o tempo, as pessoas que avaliam bem a gestão vão me conhecer melhor e ligar o prefeito à candidatura, nos levando à vitória", disse, em visita à feira da Vila Madalena, na zona oeste. Questionado sobre a perda de dois pontos porcentuais (de 10% para 8%) na última pesquisa eleitoral, Kassab lembrou que, "diferentemente" dos principais adversários, nunca disputou um cargo majoritário, por isso era esperado que fosse menos conhecido. Durante a caminhada na Vila Madalena, Kassab chegou a arriscar alguns passos de samba ao som da música "O que é, o que é", de Gonzaguinha, interpretado por um grupo de seresteiros. Marta A candidata do PT, Marta Suplicy, passou o dia em gravações para o horário eleitoral. A última pesquisa mostrou a petista em primeiro na disputa em São Paulo, com 41% das intenções de voto. O candidato do PP, Paulo Maluf, fez corpo-a-corpo na manhã deste domingo no bairro Jardim Ranieri, na zona sul. À tarde, Maluf não teve compromissos eleitorais.  Também à tarde, Soninha Francine (PPS), Ivan Valente (PSOL), Renato Reichmann (PMN) e Edmilson Costa (PCB), reuniram-se em debate organizado pela Arquidiocese de São Paulo, na Freguesia do Ó, zona norte.  À noite, Soninha participaria de bate-papo com artistas e produtores culturais da periferia da zona sul, na biblioteca Trópis. Já Ivan Valente, visitou a feira da Vila Madalena no fim da tarde. Ciro Moura (PTC) e Levy Fidélix (PRTB) gravaram seus programas eleitorais para a TV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.