Serra cita FHC para afirmar que poderá haver 'surpresas'

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) citou nessa segunda-feira, 28, a eleição de Fernando Henrique Cardoso, em 1994, como exemplo de que o cenário político pode mudar de forma radical no ano da eleição. Serra tenta viabilizar seu nome para disputar o Palácio do Planalto no lugar do senador Aécio Neves, que tem o apoio da maioria dos tucanos.

Ricardo Chapola, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2013 | 02h15

"Vão (sic) haver muitas surpresas", disse Serra após evento na Fiesp, em São Paulo. "Há uma mudança muito grande. Naquela época (em 1993), estávamos nos empenhando no PSDB para que o Antonio Brito viesse para o partido para ser candidato a presidente. Em janeiro de 1994 ainda insistíamos para o Brito ser candidato no PMDB. Em outubro, o Fernando Henrique Cardoso estava eleito", disse. Brito era governador do Rio Grande do Sul.

Na semana passada, em Salvador, Serra disse que se sentia preparado para ser presidente. O ex-governador, porém, está isolado no PSDB. A despeito disso, busca manter uma agenda pública. Ontem, por exemplo, ligou para o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e pediu para participar da reunião quinzenal da entidade.

Mais conteúdo sobre:
Eleiçõespsdbjosé serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.