Secretário diz que governo quer tirar recursos da saúde

O PSDB já tem resposta pronta para os ataques petistas que virão nas eleições de 2014. O partido sabe que pagará um preço por se recusar a aderir, nesses moldes, ao desconto de 20% na conta de luz proposto pela presidente Dilma Rousseff. Por isso, começa a calibrar o discurso: "Vamos contar ao povo que o governo queria que tirássemos o dinheiro que o Estado aplicaria na educação, nas creches e na saúde para bancar uma demagogia deles, porque eles são inimigos da saúde", disse o secretário estadual de Energia de São Paulo, José Aníbal. "O PT imaginou que nós nos intimidaríamos em ir contra essa proposta eleitoreira e demagógica, mas essa gente não intimida ninguém, é tudo jogo de cena". Aníbal chamou de "asno" todos os que estiverem tentando contrapor o investidor do setor elétrico versus o povo brasileiro. / DÉBORA BERGAMASCO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.