O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2011 | 03h03

O presidente do Senado, José Sarney, e o líder do DEM, Demóstenes Torres, protagonizaram ontem um bate-boca. Demóstenes acusou Sarney de burlar o regimento de forma "torpe" para votar a DRU como queria o governo. Sarney desceu ao plenário, com o dedo em riste, e exigiu desculpas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.