'São Paulo sente um certo cansaço do PSDB', diz ministro

Provável candidato do PT ao governo paulista em 2014, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, aproveitou a votação do Processo de Eleições Diretas (PED) do partido para provocar os tucanos. "O povo de São Paulo sente um certo cansaço do PSDB", disse antes de votar em uma escola no Campo Limpo, na zona sul da capital. Apesar de não assumir oficialmente a candidatura, ele falou sobre a estratégia de alianças para enfrentar o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que disputará a reeleição. "O PT vai procurar em São Paulo todos os partidos que são aliados da presidente Dilma Rousseff no plano nacional", afirmou. Ainda segundo o ministro, o ex-prefeito de Osasco, Emídio de Souza, que deve ser eleito hoje presidente do PT paulista, será o coordenador de sua campanha.

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2013 | 02h01

O ministro da Saúde também minimizou ontem os possíveis efeitos negativos que o aumento do IPTU na capital poderá causar na campanha estadual do PT em 2014. "Deixem o Haddad trabalhar em paz", disse Padilha. Já Emídio reconheceu que aumento de impostos "sempre são usados contra os governantes".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.