Sabatina Estadão: Valente propõe rever dívida de SP

O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Ivan Valente, disse hoje, em sabatina do Grupo Estado, que a dívida do município precisa ser tratada com seriedade. "Sangramos o ano passado em R$ 2,3 bilhões, o que daria para construir 10 quilômetros de Metrô. A dívida explodiu no governo Celso Pitta com os precatórios", disse, defendendo, mais uma vez, a revisão desse endividamento.Valente citou a Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece limites rígidos para o endividamento, e disse que alguns gastos são feitos em obras sociais. Ele defendeu uma auditoria na dívida do município e disse que nem todo o endividamento é perdulário e é feito como crime fiscal. "Podemos renegociar a dívida, fazendo uma auditoria, submetendo um referendo à população para politizar essa discussão. Não se pode dizer que é calote."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.