Sabatina Estadão: Jandira promete combater a dengue

A candidata a prefeita do Rio Jandira Feghali (PCdoB) disse na sétima das sabatinas do Grupo Estado com os candidatos ao cargo que, se fosse prefeita hoje, não haveria epidemia de dengue no ano que vem. Ela comentou que a prefeitura dispõe dos meios de comunicação para educar o povo em relação à doença. De acordo com ela, "tratamento de dengue é hidratação" e é importante ter exame de medição de plaquetas em dois minutos, "o que é possível". Ela citou que seu primeiro ato como prefeita seria "estar na rua fazendo mutirão contra dengue".Jandira defendeu o direito dos servidores públicos de fazer greve e evitou dizer se cortaria ponto de grevistas, o que considera "secundário". No entanto, disse que "ninguém pode morrer por causa de greve". Segundo Jandira, "se (um grevista) impedir que algum tratamento (médico) necessário seja feito, abro inquérito e demito". No caso de greve na educação, disse que os professores teriam que repor aulas.Jandira, que já encontrou oposição de grupos religiosos em eleições passadas devido ao tema do aborto, disse que é contra o aborto, mas defende que "os casos previstos em lei sejam atendidos pelo sistema público de saúde" e também a atuação do poder público no estímulo ao planejamento familiar. Para ela, uma gestão pública que não atua na prevenção, com educação para o planejamento familiar, "é a maior responsável pelos abortos". Ela comentou também que esse é um tema federal e não da prefeitura.Pré-salComentando a questão das descobertas de petróleo na área pré-sal, a candidata do PCdoB, mesmo partido do presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, disse que as áreas em que a Petrobras descobriu petróleo, inclusive nas camadas de pré-sal, devem permanecer com a empresa. Ela comentou que algumas dessas áreas foram retiradas de leilão devido às descobertas. Segundo Jandira, Haroldo Lima fez a ANP dar "um salto de qualidade" e "é nacionalista de alma", mas a política para o setor "é política de governo", não da agência. Ela comentou ainda sobre a ideologia do seu partido que "em um País capitalista, a prefeitura não será socialista", mas seguirá princípios democráticos, de "eqüidade e generosidade". Jandira participou da sétima e última das sabatinas do Grupo Estado com os candidatos à Prefeitura do Rio. Na capital fluminense, participaram também os candidatos Marcelo Crivella (PRB), Alessandro Molon (PT), Eduardo Paes (PMDB), Fernando Gabeira (PV), Solange Amaral (DEM) e Chico Alencar (PSOL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.