Russomanno torna-se réu em processo

O pré-candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, tornou-se réu por falsidade ideológica no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado pelo Ministério Público Federal de ter simulado um contrato de imóvel para mudar seu domicílio eleitoral, em 1999, para concorrer à Prefeitura de Santo André em 2000. O processo foi anteontem para o ministro Luiz Fux - e daí vai para a 1.ª instância, já que ele perdeu o foro especial de deputado federal.

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

21 Junho 2012 | 03h06

O advogado Marcelo Leal de Oliveira Lima, que defende o deputado, diz, em seu recurso, que o conceito de domicílio eleitoral é mais amplo que o de domicílio e insistirá na tese da prescrição do processo. Ele se diz confiante que o caso será arquivado e que a candidatura de Russomanno não será afetada. / RICARDO BRITO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.