Russomanno encontra Temer e já fala em aliança com Chalita

Um dia após nomeação de Crivella, do PRB, para ministério, vice de Dilma conversa com partido sobre eleição paulistana

FERNANDO GALLO, O Estado de S.Paulo

02 de março de 2012 | 03h10

Um dia após a nomeação do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) para a Secretaria da Pesca, gesto do Planalto que tenta distensionar o clima entre os evangélicos e o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), reuniu-se com o pré-candidato do PRB, Celso Russomanno, e com a cúpula desse partido para tratar da eleição paulistana.

Em Brasília, Temer deu uma entrevista para o programa de TV de Russomanno e depois almoçou com o candidato, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, e o deputado federal Antonio Bulhões (PRB). Após os encontros, Russomanno ensaiou um discurso de composição com o pré-candidato do PMDB, deputado Gabriel Chalita.

"A gente está conversando a respeito de São Paulo. São conversas muito boas e temos pretensão de estar juntos", afirmou Russomanno. "Eu e o Chalita comungamos de muitos pontos em comum. Nós somos uma oxigenação política."

Apesar de manter sua candidatura, Russomanno abriu espaço para eventualmente ocupar a vice na chapa peemedebista. "Não tenho pretensão de ser cabeça de chapa ou não. Tenho a humildade de saber compor. Isso é o importante se a gente quer construir um novo grupo pra romper a polarização entre PT e PSDB".

Pesquisas. Um integrante do PRB disse que ele estaria disposto a ceder, se pesquisas apontarem crescimento de Chalita nos próximos meses. "A gente tem que acompanhar o processo até perto das convenções, que vão acontecer no mês de junho. Vamos ver como vão estar as pesquisas", afirmou Russomanno.

O pré-candidato aparece como líder nas pesquisas eleitorais nos cenários sem a inclusão do ex-governador José Serra (PSDB). Se PRB e PMDB se coligassem, Chalita teria cerca de 10% a mais de exposição na TV.

Em entrevista publicada ontem pelo Estado, o secretário-geral do PRB no Estado e um dos coordenadores da pré-campanha de Russomanno, deputado estadual Gilmaci Santos, afirmou que o partido não apoiará Haddad "sob nenhuma hipótese" e que a presidente Dilma Rousseff foi avisada de que a nomeação de Crivella não mudaria esse cenário.

As conversas visando uma possível aliança entre PRB e PMDB vêm se intensificando. Na semana passada, Russomanno e Temer já haviam se reunido no escritório político do vice-presidente em São Paulo. "Minha relação com o Michel é de muitos anos. Não se esqueça que eu fui coordenador de duas eleições dele pra presidência da Câmara", desconversou o pré-candidato.

Há pouco mais de um mês, Temer recebeu Marcos Pereira e ambos trataram do cenário eleitoral na capital. Hoje, Russomanno tem encontro marcado em São Paulo com Chalita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.