Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Russomanno defende participação de Erundina em debates na TV

Só candidatos de partidos que tenham mais de nove representantes na Câmara dos Deputados têm presença garantida nos debates na mídia; atualmente, o PSOL tem seis deputados federais

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

11 de agosto de 2016 | 12h17

SÃO PAULO - O deputado federal Celso Russomanno, candidato do PRB à  Prefeitura e São Paulo, "levantou uma bandeira" de sua adversária Luiza Erundina, candidata do PSOL, ao defender que ela participe de debates na telvisão na manhã desta quinta-feira, 11.

"Acho injusto que ela fique fora dos debates. Ela foi prefeita e tem muito a contribuir. Levantei essa bandeira", disse o candidato. Em uma conversa na Câmara no começo da semana, Russomanno prometeu a Erundina e Ivan Valente, candidato e vice na chapa do PSOL, que defenderia a proposta.

Em entrevista nesta quarta-feira, 10, à  Rádio Estadão, o atual prefeito de São Paulo e candidato à reeleição pelo PT, Fernando Haddad, disse que não se opõe a participações da candidata do PSOL.

Entenda. Pela minirreforma eleitoral de 2015, só os candidatos de partidos que tenham mais de nove representantes na Câmara dos Deputados têm presença garantida nos debates na mídia. Hoje, o Psol tem seis deputados federais. A participação dos outros candidatos é facultativa. No entanto, a Lei 13.165/15 permite a presença das candidaturas que não preencham esses requisitos, caso dois terços dos elegíveis concordem.

Em junho, a coordenação da campanha de Luiza Erundina encaminhou uma carta aos pré-candidatos e aos diretórios estaduais dos partidos solicitando sua participação nos debates eleitorais para o pleito deste ano. / COLABOROU THAÍS BARCELLOS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.