Roriz perdeu o direito de disputar eleições até 2023

O ex-governador Joaquim Roriz (PSC) foi o político que sofreu a maior punição por parte da Lei da Ficha Limpa, que valerá a partir deste ano, conforme decisão tomada ontem pelo STF. Ele ficou inelegível até 2023, quando estará com 86 anos. Roriz foi governador do DF por quatro mandatos. Em 2006, foi eleito senador. Tomou posse em fevereiro de 2007, mas renunciou seis meses depois, para fugir a um processo de perda de mandato. A Ficha Limpa diz que o político que renunciar fica inelegível por oito anos, a contar da data em que terminaria o mandato. No caso de Roriz, fevereiro de 2015. Somados os oito anos, ele fica proibido de se candidatar até fevereiro de 2023. / JOÃO DOMINGOS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.