Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Rodrigo Pacheco (DEM) anuncia Ana Paula Junqueira como pré-candidata a vice

Mulher do prefeito de Uberlândia é filiada ao PP e disputará sua primeira eleição 

Jonathas Cotrim, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2018 | 05h00

BELO HORIZONTE - O pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Rodrigo Pacheco (DEM) fechou aliança com o PP e terá a ex-secretária da prefeitura de Uberlândia, Ana Paula Junqueira, como sua pré-candidata a vice-governadora nas eleições 2018. O anúncio foi feito na segunda-feira, 25, em mais uma visita do deputado federal à região do Triângulo Mineiro.

Pacheco já havia declarado anteriormente que gostaria de ter uma mulher como companheira de chapa e que fosse, de preferência, da região do Triângulo Mineiro. “Ela tem experiência administrativa, sabe como funciona uma administração pública, além de ter caráter e honestidade”, destacou. O deputado federal ainda afirmou que era importante ter a representação feminina em sua chapa.

Essa será a primeira eleição disputada por Ana Paula Junqueira, que foi secretária da prefeitura de Uberlândia entre 2005 e 2012. Casada com o prefeito uberlandense, Odelmo Leão (PP), ela retornou para a prefeitura em 2017, mas abandonou o cargo no começo deste ano. Inicialmente, as pretensões de Junqueira eram para a Câmara dos Deputados.  

++ Regra do Fundo Eleitoral favorece 10 das 35 siglas

“Foi uma escolha na qual fomos ouvir toda a região, está todo mundo junto e vamos seguir juntos. Nós (mulheres) temos que participar”, afirmou a ex-secretária. 

Junqueira é a segunda pré-candidata a vice mulher na disputa eleitoral ao Palácio da Liberdade. O PSOL já havia anunciado que Sara Azevedo (PSOL) seria a a vice de Dirlene Marques (PSOL).

Além de Rodrigo Pacheco, o senador Antonio Anastasia (PSDB) foi outro que também anunciou um vice da região do Triângulo Mineiro. O deputado Marcos Montes (PSD), que tem a base eleitoral em Uberaba, cidade próxima a Uberlândia, será o companheiro de chapa do tucano.  

++ Mulheres ficarão com pelo menos 30% do fundo eleitoral e do tempo da propaganda, decide TSE

Com essa confirmação, apenas Fernando Pimentel (PT) e Marcio Lacerda (PSB) ainda não anunciaram o nome dos pré-candidatos a vice-governador. O MDB ainda segue sem definir quem será o cabeça da candidatura própria do partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.