Revistas destacam ligação de Agnelo com denúncias

Antecessor de Orlando Silva no Ministério do Esporte e ex-filiado ao PC do B, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), é tema de reportagens das revistas Época e IstoÉ. Ambas relacionam Agnelo a irregularidades no programa Segundo Tempo, como mostraram reportagens do Estado - ele nega.

O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2011 | 03h04

A IstoÉ reproduz gravação do depoimento Geraldo Nascimento de Andrade, testemunha que relatou um suposto pagamento de propina de R$ 256 mil a Agnelo. O vídeo já havia sido divulgado na campanha eleitoral vencida por Agnelo no ano passado.

A Época detalha telefonemas que relatam uma reunião entre Agnelo e dirigentes de ONGs, incluindo o policial João Dias, pivô da crise que derrubou Orlando do ministério.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.