Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Resumo das Eleições 2018: Ciro rechaça aliança com PT e Bolsonaro segue com alta programada

Dirceu diz que é questão de tempo para PT tomar o poder, Alckmin e Madonna usam jargão ‘ele não’ e candidatas a vice atacam presidenciável do PSL; veja destaques desta sexta:

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2018 | 19h03

De segunda a sexta, o Estado publicará resumos com as principais notícias sobre as campanhas e o dia dos candidatos nas eleições 2018.

Confira abaixo os destaques desta sexta-feira, 28:

Ciro rechaça aliança com PT

Ciro Gomes, presidenciável pelo PDT nas eleições 2018, afirmou que não deve se aliar ao PT em um eventual segundo turno e que o partido se transformou em uma “organização odienta de poder”.

"O PT contou comigo ao longo dos últimos 16 anos. Na medida em que eles se juntam com o Renan Calheiros, que presidiu o Senado no impeachment que eles chamam de golpe, que estão juntos no Ceará com o Eunício Oliveira, não é mais possível, para mim, andar com eles na política", disse Ciro em entrevista à Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul.

Dirceu: questão de tempo para o PT tomar o poder

Ao ser questionado sobre a possibilidade do PT “ganhar, mas não levar” as eleições 2018, o ex-ministro José Dirceu afirmou que “é uma questão de tempo para o PT tomar o poder”.

“Dentro do País é uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”, disse Dirceu em entrevista ao jornal El País.

Sobre o candidato Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas de intenção de voto, o ex-ministro disse não acreditar que ele consiga vencer as eleições. “Não tem maioria no País para as ideias dele”, afirmou.

Bolsonaro pode ter alta neste fim de semana

Bolsonaro teve febre de 37,8ºC nesta sexta-feira, 28, mas não apresentou outros sintomas de infecção. De acordo com boletim médico, foi constatado o crescimento de uma bactéria de “baixa virulência” no sangue do presidenciável e há previsão de alta para este fim de semana.

Ex-mulher acusou Bolsonaro de furtar cofre

A advogada Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, acusou o candidato de furtar um cofre em um banco, de ocultar patrimônio e de receber pagamentos não declarados. As informações foram reveladas pela revista Veja, em reportagem publicada no seu site nesta sexta, 28.

A publicação cita uma ação aberta em 2008 na 1ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, logo depois que o casal se separou.

Alckmin: ‘ele não, décimo terceiro sim’

Geraldo Alckmin utilizou o jargão “ele não”, contrário ao candidato do PSL, ao discursar durante agenda de campanha em São Paulo. O presidenciável do PSDB também comentou sobre as denúncias contra Bolsonaro e a investigação que envolve o tucano Marconi Perillo, ex-governador de Goiás que foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal nesta sexta, 28. Assista o vídeo do Carrapato Estadão:

 

Madonna adere ao #elenão

Quem também aderiu o “ele não” foi a cantora americana Madonna. A artista publicou uma foto com a hashtag em suas redes sociais nesta sexta, 28.

Vices atacam Bolsonaro

O candidato do PSL foi o principal alvo de ataques durante debate com quatro candidatas a vice-presidente realizado nesta sexta, 28. O encontro contou com a participação de Manuela D’Ávila (PCdoB), vice de Fernando Haddad (PT); Ana Amélia (PP), vice de Geraldo Alckmin (PSDB); Kátia Abreu (PDT), vice de Ciro Gomes; e Sônia Guajajara (PSOL), vice de Guilherme Boulos (PSOL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.