Representante das Assembleias de Deus se diz 'satisfeito' com discurso de Marina

Discurso de ex-ministra, que chegou a pedir orações aos líderes religiosos pelas eleições, foi dentro do esperado, segundo pastor

Ana Fernandes, O Estado de S. Paulo

26 de setembro de 2014 | 14h50

 São Paulo - O pastor Lelis Washington Marinho, da comissão política da Congregação Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), disse ter ficado "satisfeito" com o discurso que ouviu da candidata Marina Silva (PSB), na manhã desta sexta-feira, 26, em São Paulo. "Foi dentro do que a gente esperava", disse ao Broadcast Político.

Em discurso que durou uma hora para cerca de 300 lideranças evangélicas, a ex-ministra pediu que os presentes orassem pela qualidade das eleições. A candidata citou versículos bíblicos, falou de seus valores, mas frisou a diferença entre política e religião. "Não quero transformar púlpitos das igrejas em palanques", disse Marina.

O pastor disse não ter visto como impedimento a fala de Marina pela defesa da diversidade e do Estado laico. "Essas são premissas também para nós", disse Lelis.

Segundo ele, a partir deste encontro a comissão política e demais líderes da CGADB devem chegar, nos próximos dias, a uma posição final sobre apoiar formalmente Marina. No início do mês, a CGADB já havia decidido apoiar um candidato evangélico no pleito - Marina ou Pastor Everaldo (PSC) - com inclinação a Marina, dadas as posições dos dois nas pesquisas de intenção de voto.

Em 2010, a CGADB apoiou o tucano José Serra.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesMarina SilvaEvangélicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.