Renata Campos recebe alunos em sua casa

Viúva abraçou as 40 crianças que foram ao local, leu cartazes em homenagem a Eduardo Campos e rezou o 'Pai Nosso'

Angela Lacerda, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2014 | 18h49

RECIFE - Em meio à movimentação de políticos em sua residência, a viúva de Eduardo Campos, Renata, recebeu na tarde desta terça-feira, 19, na beira da piscina, 40 alunos e 6 professores da escola particular Peixinho Dourado. Ela abraçou cada uma das crianças, com idades entre 7 e 10 anos, recebeu flores, leu os cartazes que homenageavam o ex-governador, ouviu as poesias que dois alunos e uma professora leram para ela. A visita foi encerrada com todos rezando Pai Nosso, depois de cantar parabéns para a viúva, que completou 47 anos nesta segunda-feira, 18.

A escola fica a um quilômetro da casa dos Campos, no Bairro de Dois Irmãos, zona norte do Recife. A coordenadora, Edilene Anastácia do Nascimento, contou que Renata acolheu o grupo com carinho, ao lado dos quatro filhos mais velhos - Maria Eduarda, João, Pedro e José. O caçula, Miguel, de 7 meses, estava dormindo.

Segundo Edilene, o objetivo da visita foi prestar solidariedade a Renata e prestigiar Campos pelo avanço que ele promoveu na educação em Pernambuco no seu governo, por meio da implementação de escolas em tempo integral e do programa Ganhe o Mundo, que ajuda jovens carentes a fazerem intercâmbio escolar.

Vice. Pouco depois da entrada dos alunos na casa dos Campos, o prefeito de Recife, Geraldo Julio (PSB), o candidato ao governo pernambucano Paulo Câmara (PSB) e o presidente estadual do partido, Silene Guedes, chegaram ao local. Os dois últimos disseram ter sido chamados pelo prefeito. A expectativa é pela chegada do deputado federal Beto Albuquerque (PSB- RS) à residência, que pediria bênção a Renata Campos para ser indicado candidato a vice na chapa de Marina Silva.

Renata foi citada para compor a chapa como vice, mas deverá oficializar que prefere atuar nos bastidores da campanha, dividindo seu tempo com a atenção aos cinco filhos.

Mais conteúdo sobre:
Renata CamposEduardo Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.