Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Rede anuncia deputada estadual Marina Helou candidata a prefeita de SP

Nome foi anunciado em evento virtual com a presença de Marina Silva; nome dever ser oficializado no dia 15

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

08 de setembro de 2020 | 13h15

Em uma live que contou com a presença da ex-senadora Marina Silva, o partido Rede anunciou o nome da deputada estadual Marina Helou para concorrer à Prefeitura de São Paulo. O nome para cargo de vice deve ser anunciado até o próximo dia 15, data da convenção do partido, quando o nome de Marina deve ser oficializado.

A pré-candidata não descartou compor alianças com outras legendas para fechar a chapa, mas disse que o partido teria nomes para fechar uma chapa pura.

Marina está no primeiro mandato como deputada estadual e não deve deixar o posto para disputar a vaga. Formada em administração pública, ela é egressa do movimento de renovação política A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (Raps), com laços ainda com o movimento Acredito.

Em um breve discurso após a indicação, a pré-candidata disse defendeu sua candidatura dizendo que “não dá mais para escolher as mesmas pessoas de sempre e esperar resultados diferentes”. Ela elegeu como pontos de destaque de seu plano de governo o saneamento básico, a qualidade do ar e o acesso ao verde.

"A gente sabe que os problemas que Parelheiros (zona sul) vive não são os mesmos que a Mooca (zona leste) vive ou que a Brasilândia (zona norte) vive, e quem são as melhores pessoas que podem dizer quais são esses problemas são as pessoa que existem lá”, afirmou, ao prometer, se eleita, com governo participativo. 

Marina Silva, por sua vez, disse durante seu discurso que era preciso combater ações políticas construídas ao redor de uma única pessoa, para dar lugar a discussões sobre projetos. 

Marina Helou é paulistana, formada em administração pública. Tem 33 anos e dois filhos. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.