'R$ 150 mil foram para campanha'

O advogado Bruno Alves Pereira de Mascarenhas Braga, defensor do ex-deputado federal Carlos Rodrigues, no STF, disse ontem que os R$ 150 mil recebidos por ele por meio do "valerioduto" em dezembro de 2003 foram usados para pagar dívidas de campanha referentes ao apoio ao presidente Lula em 2002. Integrante do PL (atual PR), Segundo Braga, Rodrigues fez contratações para a campanha por conta própria após falar com o então presidente do PL, Valdemar Costa Neto. O advogado disse que não há registro de nenhuma votação importante na Câmara em dias próximos ao saque para Rodrigues. / EDUARDO BRESCIANI

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.