Jonathas Cotrim / Estadão
Jonathas Cotrim / Estadão

PTB formaliza apoio a pré-candidatura de Anastasia (PSDB) em Minas

Dinis Pinheiro deve ser anunciado como pré-candidato ao Senado na chapa

Jonathas Cotrim, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2018 | 14h44

BELO HORIZONTE - O PTB de Minas Gerais formalizou na manhã desta terça-feira, 26, o apoio à pré-candidatura de Antonio Anastasia (PSDB) ao governo. Nos discursos durante a cerimônia do anúncio, lideranças petebistas mencionaram diversas vezes o nome do senador tucano Aécio Neves, que não acompanhou a base de seu partido no evento.

+ ‘Aécio não vai definir sozinho sua candidatura’, diz Anastasia

“Eu ainda acredito na inocência de Aécio. Ele tem prestígio, pode ser eleito para deputado federal ou para senador. O problema é que o massacram antes da hora. Ele ainda não foi julgado”, declarou o deputado estadual Dilzon Melo, presidente do diretório estadual do PTB. A maioria das falas dos líderes do partido lembravam das realizações de quando Aécio e Anastasia governaram Minas Gerais, entre 2003 e 2014. 

Anastasia voltou a dizer que Aécio, réu no Supremo Tribunal Federal após a delação de Joesley Batista, deve tomar uma decisão sobre a provável candidatura nos próximos dias. Aécio foi acusado de corrupção passiva e obstrução de justiça, após o empresário da JBS ter afirmado que lhe repassou R$ 2 milhões.

+ Deputados do MDB de Minas cobram sigla por candidatura própria ao governo do Estado

Anastasia comemorou o fato de ter mais um partido fechado na formação da coligação. “Os outros pré-candidatos ainda estão um pouco para trás. Existe uma consolidação ao nosso lado, mas temos que ter contato também com as entidades da sociedade civil, lideranças municipais e empresariais”, disse. O pré-candidato afirmou ainda que se prepara para uma eleição em dois turnos.

O PTB é o quarto partido a formalizar apoio a pré-candidatura de Anastasia. Anteriormente, PSD, PSC e PPS já haviam indicado que formariam coligação com o ex-governador. Na quinta-feira, 28, o Solidariedade deverá anunciar apoio ao tucano na disputa pelo Palácio da Liberdade. 

+ Dinis Pinheiro, do Solidariedade, retira pré-candidatura ao governo de Minas

O ex-presidente da Assembleia Legislativa e pré-candidato ao Senado pelo Solidariedade, Dinis Pinheiro, e o ex-governador Alberto Pinto Coelho (PPS) estiveram no evento desta terça. A oficialização de Pinheiro como integrante na chapa tucana deve ser feita após entrada formal do Solidariedade na coligação. A tendência é que Alberto Pinto Coelho seja o suplente do ex-deputado estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.