PT vai pedir investigação sobre uso da máquina contra Fogaça

Assessores da prefeitura teriam trocado e-mails comentando efeito de ações da prefeitura na campanha

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

26 de outubro de 2008 | 11h56

A campanha de Maria do Rosário (PT) anunciou que vai encaminhar uma representação à Justiça pedindo investigação sobre suposto uso de máquina pública e abuso do poder político pela campanha do prefeito José Fogaça (PMDB), candidato à reeleição em Porto Alegre. A assessoria jurídica de Maria do Rosário quer que a Justiça esclareça um e-mail trocado entre assessores da prefeitura, no dia 24 de setembro, no qual o remetente dizia que "parar as indenizações será desastroso para a campanha".     Veja também: TRE monta seção especial para presos em Porto Alegre Onde votar: Ferramenta traz endereço e mapa do local de votação Geografia do voto: desempenho dos partidos no País  Cobertura completa das eleições 2008  Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos Acompanhe a apuração em tempo real Tire suas dúvidas sobre as eleições  Veja as últimas pesquisas Ibope/Estado/TV Globo  As indenizações, no caso, são bônus que o município está dando para moradores de áreas de risco que não quiseram ser transferidos para um conjunto habitacional construído pelo município com recursos próprios, da União e do Banco Interamericano de Desenvolvimento. As famílias que optaram pelo bônus podem usá-lo como crédito para adquirir imóveis de R$ 35 mil a R$ 40 mil fora do conjunto habitacional.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesRSPorto Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.