PT terá prévia no Recife para definir candidato

O deputado federal Maurício Rands foi oficializado ontem, pela corrente majoritária do PT pernambucano Construindo um Novo Brasil (CNB), como pré-candidato à prefeitura do Recife. O PT comanda a prefeitura da capital há 12 anos e o prefeito João da Costa (PT), que quer disputar a reeleição, foi apontado pelo grupo, em um manifesto, como o responsável pela realização da prévia.

ANGELA LACERDA / RECIFE, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2012 | 03h06

O documento destacou o "estilo excessivamente centralizador e avesso às indispensáveis e permanentes negociações" de João da Costa com as forças internas do PT, com o Legislativo municipal e com as lideranças da Frente Popular - que aglutina os partidos aliados, inclusive o PSB do governador Eduardo Campos. Essa situação teria consolidado "um ambiente extremamente negativo".

"Não podemos pecar por omissão", diz o manifesto, que avalia Rands, secretário estadual do governo, com melhores condições de representar o PT na disputa municipal deste ano. Parte da cúpula petista estadual prestigiou o lançamento, incluindo o senador Humberto Costa.

Atual prefeito. João da Costa foi lançado pelo ex-prefeito, o deputado federal João Paulo (PT), para ser seu sucessor em 2008. João Paulo cumpriu dois mandatos tendo Costa como seu auxiliar. Logo depois da eleição de Costa, eles romperam. Mal avaliado em pesquisas, o prefeito vinha conseguindo melhorar os índices de aprovação na cidade, mas não conseguiu convencer o partido a apoiá-lo.

Diante da indecisão dentro do PT, o governador Eduardo Campos chegou a preparar o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, como possível candidato da Frente Popular. O ministro chegou a transferir seu domicílio eleitoral de Petrolina, no sertão pernambucano, para a capital. Depois o governador entendeu ser melhor esperar a decisão do PT, que terá seu apoio.

Maurício Rands defendeu o aprimoramento da gestão petista e garantiu que a prévia será de alto nível. A prefeitura do Recife é a maior capital do País sob o comando do PT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.