Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

‘PT tem direito de escolher Haddad; o PSB escolheu, será Márcio França’, diz Carlos Siqueira

Presidente do PSB reagiu a fala do ex-presidente Lula, de que não vai abrir mão da candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad na disputa estadual

Levy Teles, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2022 | 20h38

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, afirmou, nesta quinta-feira, 9, que o candidato do partido para o governo de São Paulo será Márcio França, em reação a fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de que não vai abrir mão da candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad na disputa estadual.

“O PT tem todo direito de escolher seu candidato. O PSB, também escolheu, será Márcio França”, afirmou Siqueira, ao Estadão. Além de lançar França, o PSB é o partido mais cotado para abrigar o ex-tucano Geraldo Alckmin, apontado para compor a chapa lulista como vice-presidente. A decisão pode influenciar também a composição de uma federação entre PT, PSB, PC do B e PV. As duas principais legendas do grupo já admitem a possibilidade de haver palanques distintos em São Paulo.

Nas negociações para uma possível federação com o PSB, o PT abriu mão da candidatura do senador Humberto Costa ao governo de Pernambuco, privilegiando o candidato escolhido pelo governador pessebista Paulo Câmara. Em entrevista à Rádio Clube, Lula afirmou que, na negociação, o PT deverá ter a indicação de um nome ao Senado no Estado, em compensação.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.