PT prioriza busca de voto em cidades médias

Sigla quer concentrar esforços, em 2012, na disputa pelas prefeituras de 117 cidades de mais de 150 mil habitantes, onde vivem 42% do eleitorado

VERA ROSA / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2011 | 03h08

A cúpula do PT vai dar prioridade, na campanha de 2012, a 117 cidades com mais de 150 mil habitantes. O grupo de municípios, que inclui as capitais, é chamado de "joia da coroa" pelo comando petista.

Levantamento feito pelo partido mostra que essas cidades representam 42% do eleitorado e algo em torno de 53% do Produto Interno Bruto (PIB). "São centros que irradiam política e tornaram-se fundamentais para qualquer projeto nacional", resumiu o presidente do PT, Rui Falcão. Uma resolução a ser aprovada pelo Diretório Nacional amanhã, em Belo Horizonte (MG), diz que as principais campanhas dos partidos aliados devem estar subordinadas ao projeto construído pelo Planalto.

A capital mineira é um exemplo de "joia da coroa" trincada. Lá, o PSB do prefeito Márcio Lacerda e a fatia do PT controlada pelo vice, Roberto de Carvalho, estão em rota de colisão. Na tentativa de chegar a um acordo, Falcão aceitou convite de Lacerda para uma conversa amanhã cedo, com café e pão de queijo.

Embora uma ala do PT defenda um nome próprio em Belo Horizonte, tanto Falcão quanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são favoráveis à reeleição de Lacerda. Carvalho, o vice-prefeito petista, alega que o PSDB do ex-governador Aécio Neves está, novamente, passando a perna em seu partido.

Coligação. Na campanha de 2008, o PSDB fez uma aliança branca com o PSB e o PT. Agora, quer entrar oficialmente na coligação. "Acho que Lacerda deveria trazer o PMDB e outros partidos para uma aliança mais ampla com o PT, em Belo Horizonte. Pode até levar o PSDB, desde que ele não tenha papel relevante", ressalvou Falcão.

Além de 7 capitais, o PT administra hoje 28 cidades com mais de 150 mil habitantes. Na lista estão polos regionais com universidades e retransmissoras de TV - entre eles Vitória da Conquista (BA), Gravataí (RS), Diadema (SP), Guarulhos (SP), Embu (SP)e Contagem (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.