'PT não perdeu na capital. Deixou de ganhar', diz Mercadante

Senador prefere exaltar possível vitória do PT em 6 cidades de SP do que lamentar derrota quase certa de Marta

Amanda Romanelli, de O Estado de S. Paulo,

26 de outubro de 2008 | 16h29

Aloizio Mercadante preferiu exaltar uma possível vitória do PT em seis grandes cidades do Estado de São Paulo do que lamentar a derrota quase certa de Marta Suplicy na capital. O senador votou no Colégio Santa Clara, no Alto de Pinheiros, por volta das 15 horas. "O resultado para o PT no Estado é fantástico. É possível vencer em seis de sete grandes cidades as disputas de segundo turno. É uma expansão do partido no Estado", avaliou o senador, já admitindo a derrota em São Paulo. "O PT não perdeu na capital. Deixou de ganhar, afinal, o governo não era nosso. O que vimos foi uma grande tendência à reeleição. Esta tem sido a linha prioritária dos eleitores." Veja também:Kassab chega ao dia da eleição 19 pontos à frente de MartaGabriel Manzano, de O Estado de S. Paulo, comenta o debate  Galeria de fotos  Especial: Perfil dos candidatos em São Paulo  'Eu prometo' traz as promessas dos candidatos Geografia do voto: Desempenho dos partidos nas cidades brasileiras Confira o resultado eleitoral nas capitais do País  Mercadante, candidato derrotado ao governo estadual em 2006, destacou as possibilidades petistas em Guarulhos, Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá, Bauru e São José do Rio Preto. "Em São Bernardo, especificamente, será uma vitória que, confirmada, terá grande valor, até pela própria história do PT". O senador também comentou a alta rejeição de seu partido na capital. "O PT é o partido de maior preferência popular em todo o Brasil, mas essa questão surgida na capital precisa ser analisada".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.